segunda-feira, 29 de março de 2010

Minha cidade é linda demais... Parabéns Salvador por seus 461 anos

Deise gabriele num fim de tarde, foi contemplar o Pôr do sol no Forte Monte Serrat, em Boa Viagem.
Artesanato local o famoso berimbau

Mercado Modelo da Bahia ao fundo Elevador Lacerda


Igreja do Sr. do Bonfim da Bahia



Centro Histórico de Salvador



Vista da parte alta do Elevador Lacerda, e pensar que foi numa dessas escunas que se vê ao fundo que meu irmão partiu... Saudades.




Eitha cidade linda que amooooooooo de paixão, que enlouquece baianos e turistas. Você já foi a Bahia nega? Não? Então venha, pois Salvador te espera de braços abertos.

Salvador da Bahia é uma dádiva que os deuses, generosamente, dividem com os soteropolitanos e com todos que a visitam. Além de levar a cidade de presente na lembrança, o visitante pode guardar um pedaço de Salvador na forma de souvenirs que compõem o legado artesanal baiano, fortemente influenciado pelos três povos responsáveis pela construção dos principais traços da sua cultura e da sua raça.

Utilizando recursos naturais como matéria prima (a exemplo da palha, do couro, da cerâmica, da madeira, das conchas do mar e das sementes), os artefatos mais simples têm um preço bem mais em conta. Muitas peças são elaboradas em metais como o ouro, a prata, o bronze e o latão. Os mais sofisticados são produzidos em pedras preciosas e semipreciosas.

Como temas, os inspirados artesãos optam em geral pela religiosidade, expressando em imagens os santos católicos e do candomblé. Os patuás, que revelam o sincretismo do seu povo, são explorados através das figas, olho-de-boi, alho, trevo de quatro folhas, a famosa fitinha do Bonfim, dentre outros. A natureza também é lapidada nestas peças e refletem a flora e fauna locais. A musicalidade é apresentada através de atabaques, paus de chuva e tambores d’água, além do famoso berimbau e tantos outros inusitados instrumentos.

Os artesãos de Salvador, mais do que artistas, são grandes inventores. Têm excelente criatividade e senso estético. Prova disso é que a capital baiana é internacionalmente famosa pela produção de instrumentos musicais artesanais capazes de produzir sons que são aproveitados por artistas consagrados da música de outros países.

O artesanato de Salvador pode ser encontrado, em todas as suas variações, no Mercado Modelo, que é o maior centro de artesanato da América Latina. As peças podem também ser adquiridas no Instituto de Artesanato Mauá e no Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural – IPAC, organizações destinadas ao fomento das atividades artesanais. Visitando o Pelourinho, é possível encontrar uma infinidade de lojas especializadas que também dispõem de excelentes opções de souvenirs para o visitante.

Expressão artística e cultural, o artesanato envolve um mundo mágico composto de artificies, matéria-prima e o conhecimento passado de geração em geração para o fabrico dos mesmos. Trabalhem com linhas, tecidos, barro, argila, pedras ou conchas do mar, os artistas conseguem emprestar a cada peça uma força que caracteriza o espírito baiano, que carrega a magia de São Salvador da Bahia. Quem leva esses pequenos mimos aos quatro cantos do mundo, espalha por aí a vontade de beber da energia da fonte. Essa força que cristaliza a matéria e que ganha forma nas mãos do artesão soteropolitano. Capaz de deixar o presenteado com água na boca e o visitante que presenteia com vontade de voltar...

3 comentários:

Iraildes disse...

Vem ca',
Pelo visto,
patroci'nio da prefeitura?
Boa gostei!
beijos

Eme Fialho disse...

KKKKKKKKKKKKKKK só vc viu figura! Bjus

Juliana Pires disse...

Parabéns Salvador, está para nascer cidade mais linda!

Beijos